Jogador se desculpa por furar protesto dos Steelers

Depois de virar celebridade e ter a camisa mais vendida da NFL nesta segunda-feira, Alejandro Villanueva esclarece situação durante o hino nacional.

Alejandro Villanueva foi o único jogador do Pittsburgh Steelers a ir para campo e escutar o hino dos Estados Unidos antes do confronto contra o Chicago Bears.

O único atleta do Pittsburgh Steelers a sair do túnel para a execução do hino nacional americano, Alejandro Villanueva pediu desculpas pelo ocorrido. Envergonhado por sua atitude, o jogador afirmou que está envergonhado de sua atitude e que tudo não passou de um mal entendido.

LEIA TAMBÉM: Famosos apoiam os atletas que se ajoelham contra Trump

LEIA TAMBÉM: Atletas da NFL e NBA “abrem fogo” contra Trump

LEIA TAMBÉM: As maiores diferenças observadas por brasileiros nos Estados Unidos

– Fiquei mal com meus companheiros e meu treinador. É culpa minha e somente minha. Sem querer eu cometi um erro. Eu falei com meus companheiros de equipe e espero que me entendam. Vou ter que viver com isso, porque esse debate está provocando as reações mais intensas de todos. Não se está dizendo nada negativo sobre os militares ou nossa bandeira, estão se manifestando contra as injustiças dos Estados Unidos – afirmou Villanueva, que completou:

– Sinto vergonha a cada vez que vejo minha imagem. Sem querer eu deixei meus companheiros vendidos.

De acordo com a imprensa americana, a atitude do jogador gerou desconforto nos vestiários. Chegou-se a cogitar que Villanueva havia ‘furado’ o protesto por que participado da Guerra do Afeganistão.

Por ElMundo

VIDA EUA: Como viajar dentro dos Estados Unidos

VIDA EUA: Os 10 maiores obstáculos para brasileiros que mudam para os Estados Unidos